interessante

Nascidos no Distrito Federal

Quem Nasce No Distrito Federal E

Com a mudança dos três poderes do Sudeste para o Centro-Oeste do Brasil, o novo Distrito Federal passou a sediar a nova capital, Brasília, de acordo com a Constituição de 1946. Um dos gentílicos tanto do Distrito Federal como de Brasília é “brasiliense”, que significa “brasileiro”.

Dados Gerais: Naturalidade no Distrito Federal

O Distrito Federal, cuja sigla é DF e capital é Brasília, possui uma população de 3.039.444 habitantes (dados do IBGE de 2017). Sua extensão territorial abrange cerca de 5.779,997 km² (IBGE, 2016), resultando em uma densidade demográfica de aproximadamente 444,66 habitantes por km² (IBGE, 2010). O Distrito Federal conta com apenas um município e celebra seu aniversário no dia 21 de abril. Em relação à economia local, destacam-se atividades como agricultura, pecuária e os setores comercial e industrial nas áreas extrativista, transformação, transporte pesqueira e alimentícia. O clima predominante na região é tropical. Além disso,o DF também é cortado pelos principais rios Preto Paranoá e São Bartolomeu.

Bandeira

O Distrito Federal, assim como os demais estados brasileiros, possui sua própria bandeira. Essa bandeira foi criada em 1969 pelo escritor Guilherme de Almeida.

O símbolo em questão é um retângulo branco que apresenta um escudo verde-oliva e uma cruz estilizada em amarelo. Esses elementos são uma representação dos quatro pontos cardeais e das flechas indígenas. As cores escolhidas para esse símbolo foram especialmente selecionadas por sua conexão com as cores da bandeira do Brasil.

Quem é natural do Distrito Federal e o que são?

Os habitantes de Brasília são conhecidos como brasilienses. Além disso, também é comum utilizar o termo “candango” para se referir aos moradores da cidade. Originalmente, esse termo era utilizado para descrever os trabalhadores que migravam do Nordeste do Brasil para a construção da capital.

Uma dica prática para entender melhor esses termos é conhecer um pouco sobre a história de Brasília. A cidade foi planejada e construída em meados do século XX, e muitos trabalhadores vieram de outras regiões do país para participar dessa empreitada. Esses migrantes eram chamados de candangos e contribuíram significativamente na criação da nova capital.

Outra forma interessante de compreender essa terminologia é observar como ela reflete as características sociais e culturais da população local. O uso dos termos brasiliense e candango demonstra uma identidade própria dos habitantes de Brasília, destacando sua origem diversificada e seu papel fundamental no desenvolvimento da cidade.

Por fim, vale ressaltar que essas denominações não se limitam apenas ao contexto histórico ou geográfico. Elas fazem parte do vocabulário cotidiano dos brasilienses atualmente, sendo utilizadas tanto pelos próprios moradores quanto por visitantes ou pesquisadores interessados na cultura local. Portanto, ao explorar a cidade ou interagir com seus habitantes, é útil estar familiarizado com esses termos para uma melhor comunicação e compreensão mútua.

História

A cidade de Brasília foi concebida pelo arquiteto Lúcio Costa e teve sua construção iniciada durante o governo.

A ideia de mudar a capital para o interior do país surgiu durante a independência do Brasil, muito antes da construção de Brasília. José Bonifácio sugeriu o nome “Brasília” em 1823, que também foi o nome de uma das suas filhas.

You might be interested:  Como Descobrir De Quem E A Conta Do Instagram

O propósito era transferir a capital do Brasil, que é o Distrito Federal, para uma região distante do litoral com o intuito de colonizar o interior e prevenir possíveis ataques externos.

De acordo com a história, João Bosco, um religioso italiano, teria tido um sonho que deu origem às coordenadas geográficas. Mais tarde, em 1891, o projeto de transferir a capital federal foi incluído na Primeira Constituição da República do Brasil.

A cidade foi estabelecida em 1922 e sua construção começou em 1956, com a inauguração marcada para o dia 21 de abril de 1960.

Com um design audacioso, a cidade possui o formato de uma aeronave. Dentre os principais prédios projetados por Niemeyer estão o Congresso Nacional, o Palácio do Planalto, Palácio da Alvorada, Supremo Tribunal Federal e a Catedral de Brasília.

O Distrito Federal é um estado brasileiro que se diferencia dos demais por ser composto apenas por uma cidade: Brasília.

Em diferentes partes do mundo, várias capitais de países recebem um status especial, como Washington (EUA) ou Buenos Aires (Argentina). No Brasil, isso também ocorreu quando o Rio de Janeiro era a capital do país.

Diferença entre Brasília e Distrito Federal

O Distrito Federal é uma divisão administrativa do Brasil que tem poderes legislativos tanto de um Estado quanto de um Município. É nessa região que se encontra a capital federal, Brasília, que também abriga o governo do Distrito Federal.

Além disso, o Distrito Federal possui algumas características importantes:

– Competência legislativa: O DF tem autonomia para criar suas próprias leis e regulamentos, assim como os Estados e Municípios brasileiros.

– Capital federal: Brasília é a sede dos três poderes da República (Executivo, Legislativo e Judiciário) e abriga diversos órgãos governamentais federais.

– Planejamento urbano: A cidade foi projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer e pelo urbanista Lúcio Costa com o objetivo de ser uma capital moderna e funcional.

– Monumentos icônicos: Em Brasília estão localizados monumentos famosos como a Catedral Metropolitana, o Palácio da Alvorada, o Congresso Nacional e a Praça dos Três Poderes.

Essas são apenas algumas das características relevantes sobre o Distrito Federal. Sua posição estratégica no centro do país faz dele um importante polo político-administrativo nacional.

Cultura

A cultura de Brasília é uma fusão de diferentes influências regionais do Brasil, com destaque para a forte presença das culturas nordestina e mineira. Essas duas regiões foram responsáveis por enviar trabalhadores para os canteiros de obra do Distrito Federal, conhecidos como “candangos”.

A cidade de Brasília foi reconhecida pela Unesco como Patrimônio Cultural da Humanidade em 1987, abrangendo uma área de 112,2 quilômetros quadrados.

Devido à sua juventude, a cidade possui uma tradição arquitetônica voltada para o estilo moderno. Alguns dos principais pontos turísticos incluem o Museu Nacional Honestino Guimarães, o Memorial dos Povos Indígenas, o Centro da Dança e a Biblioteca Nacional.

Na década de 1980, o cenário musical brasileiro foi revitalizado por artistas brasilienses como a banda Legião Urbana e a cantora Cássia Eller.

No momento, a maior parte da economia de Brasília é impulsionada pelo setor de serviços, representando 71% do total. Isso ocorre porque a cidade abriga os órgãos do governo federal, embaixadas e universidades.

A diversidade de serviços culturais também se destaca, incluindo opções como teatro, dança, moda e produções artísticas.

Antigamente, durante a construção da cidade, a indústria da construção civil era responsável pela maioria dos empregos.

O que é um candango?

No momento atual, os habitantes do Distrito Federal se autodenominam candangos, embora o termo oficial seja brasiliense. Essa designação foi adotada de forma definitiva para identificar as pessoas nascidas em Brasília, assim como carioca é utilizado para aqueles que nasceram no Rio de Janeiro.

You might be interested:  Quem é a pessoa mais icônica do Brasil?

O gentílico candango surgiu a partir da construção da capital federal nos anos 1950. Na época, milhares de trabalhadores migraram para a região central do país em busca de emprego e oportunidades oferecidas pela construção da nova cidade. Esses trabalhadores ficaram conhecidos como “candangos”, uma referência ao nome dado aos operários que participavam das obras.

Com o passar dos anos, o termo candango ganhou um significado mais amplo e passou a ser usado não apenas para se referir aos trabalhadores envolvidos na construção de Brasília, mas também à população local como um todo. Assim, muitas pessoas que nasceram ou vivem na capital federal se consideram orgulhosamente candangos.

Apesar disso, é importante destacar que o gentílico oficialmente reconhecido pelo governo é brasiliense. Esse termo está presente em documentos oficiais e registros governamentais relacionados à identificação dos cidadãos do Distrito Federal. Portanto, embora haja essa preferência popular pelo uso do termo candango entre os próprios moradores da cidade, é válido ressaltar que brasiliense é o gentílico correto segundo as normas estabelecidas pelas autoridades competentes.

Dessa forma, podemos concluir que tanto candango quanto brasiliense são utilizados para se referir aos habitantes do Distrito Federal, porém o primeiro é mais popular e autodeclarado pela população local, enquanto o segundo é oficialmente reconhecido pelas instâncias governamentais. É importante estar ciente dessa diferença ao utilizar esses termos em contextos formais ou oficiais.

Clima

Brasília é afetada pelo clima tropical, com uma média anual de temperatura de 22 ºC e variação entre 13 ºC e 28 ºC.

Devido à sua localização no cerrado, a região apresenta baixa umidade relativa do ar durante a maior parte do ano. Durante o período de seca, que ocorre entre maio e setembro, a média da umidade é de apenas 10%. Somente entre outubro e maio, durante o pico das chuvas, é que a umidade aumenta para cerca de 70%.

A Vida Selvagem no Distrito Federal

Um belo ipê de cor roxa embeleza a paisagem da cidade de Brasília, com a imponente catedral ao fundo.

A localização do Distrito Federal é claramente refletida em sua flora e fauna. A região abriga diversas espécies de plantas e animais que possuem a incrível habilidade de sobreviver ao clima extremamente seco.

Na área em questão, há aproximadamente 11,6 mil tipos de plantas documentados. Dentre as mais impressionantes está o Ipê, que apresenta uma variedade de cores como branco, roxo, amarelo e azul.

Durante o Inverno, é comum presenciar a beleza das flores do Ipê, que se tornou um símbolo tanto do Cerrado quanto das principais cidades da região Centro-Oeste. Além disso, outras árvores como pindaíba, pau-brasil, buriti e paineiras também contribuem para embelezar a paisagem local.

A diversidade da fauna é notável, com aproximadamente 199 espécies de mamíferos, 1,2 mil peixes, 150 anfíbios, 837 aves e 180 répteis.

A autora possui formação acadêmica em História, tendo concluído a graduação na PUC-RJ. Além disso, ela também é especialista em Relações Internacionais pelo Unilasalle-RJ e obteve o título de Mestre em História da América Latina e União Europeia pela Universidade de Alcalá, na Espanha.

O Distrito Federal é uma unidade federativa do Brasil, localizada na região Centro-Oeste. É a capital do país e abriga o governo federal e os principais órgãos políticos do país. Além disso, possui uma rica história e cultura, com diversos monumentos históricos e atrativos turísticos. O Distrito Federal também se destaca pela qualidade de vida oferecida aos seus habitantes, com um alto índice de desenvolvimento humano e infraestrutura urbana bem planejada.

You might be interested:  Qual é o personagem mais poderoso da ficção?

Significado dos Candangos de Brasília

A palavra “candango” é amplamente utilizada para se referir aos trabalhadores que participaram da construção de Brasília, a capital do Brasil. Esses trabalhadores foram responsáveis por erguer a cidade do zero, enfrentando desafios e condições adversas durante o processo. Com o tempo, o termo também passou a ser utilizado para designar os primeiros habitantes da cidade.

Os candangos eram em sua maioria migrantes vindos de diversas regiões do país, especialmente das áreas rurais. Eles deixaram suas casas e famílias em busca de oportunidades na nova capital federal. Atraídos pela promessa de emprego e melhores condições de vida, esses trabalhadores se estabeleceram nas proximidades das obras e contribuíram significativamente para a formação da identidade cultural brasiliense.

Durante as décadas seguintes à construção de Brasília, os candangos continuaram a influenciar profundamente a história e cultura local. Suas histórias são contadas através das gerações como um legado importante na memória coletiva dos brasilienses. Muitos descendentes desses pioneiros ainda vivem no Distrito Federal hoje em dia.

Apesar disso, é importante ressaltar que nem todos os moradores nascidos no Distrito Federal são considerados candangos atualmente. O termo geralmente se refere especificamente aos primeiros habitantes ou às pessoas diretamente envolvidas na construção da cidade nos anos 1950.

Em suma, o termo “candango” possui uma carga simbólica forte ao representar tanto os trabalhadores pioneiros quanto os primeiros habitantes que ajudaram a moldar Brasília desde seu início. É uma palavra que carrega consigo a história e o orgulho de um povo que contribuiu para a construção da capital do Brasil.

Apelido de Brasília: qual é?

1. “Brasília 18%” – Uma sátira política que faz referência à famosa frase do ex-presidente Jânio Quadros sobre a corrupção em Brasília. A peça aborda de forma cômica os escândalos políticos e as peculiaridades dos bastidores do poder na cidade.

2. “A Vida Como Ela É… Em Brasília” – Inspirada nas crônicas de Nelson Rodrigues, essa comédia teatral retrata histórias cotidianas vividas pelos moradores da capital federal. Com muito humor ácido, a peça revela os conflitos pessoais e sociais presentes na vida dos brasilienses.

3. “Os Candangos” – Um espetáculo musical que conta a história dos operários responsáveis pela construção de Brasília nos anos 1950. Com músicas animadas e diálogos divertidos, a peça mostra o desafio enfrentado por esses trabalhadores para erguer uma nova cidade no meio do cerrado brasileiro.

Essas são apenas algumas das obras artísticas que usam o Distrito Federal como cenário para fazer rir e refletir sobre as particularidades dessa região única no Brasil.

Quem nasce em Taguatinga é chamado de?

1. Conhecimento da história e cultura local;

3. Participação ativa na vida social, política e cultural da região;

4. Identificação com o estilo de vida urbano característico do Distrito Federal;

5. Valorização das tradições e costumes regionais;

6. Orgulho por ser parte integrante do Distrito Federal;

7. Reconhecimento dos desafios enfrentados pela cidade, como a mobilidade urbana e infraestrutura precária em algumas áreas;

9. Apoio às iniciativas locais voltadas para o desenvolvimento econômico, social ou ambiental da região;

10.Sentimento de pertencimento à cidade.